• Número da clínica

    (38) 3222-0133
27/11/2018

Gravidez após laqueadura de trompas

Opção 1: Reversão de laqueadura:

Entre os médicos especialistas, existe um consenso em que os contras de uma reversão da laqueadura são superiores aos prós. A reversão é possível dependendo de como foi feita a laqueadura e também considerando que o tempo de recuperação da mulher antes de tentar a gravidez não seja um fator de risco para a qualidade dos seus óvulos que começa a diminuir de forma mais intensa a partir dos 35 anos. No entanto a reversão da laqueadura não garante que as trompas estarão permeáveis após a cicatrização.

Para esclarecer o método de laqueadura utilizado e prever a possibilidade de sucesso da reversão o especialista pode solicitar exames como a histerossalpingografia e a laparoscopia diagnóstica. Além disso, será feita uma investigação sobre a reserva ovariana para avalizar o stock de óvulos e sua qualidade.

Opção 2:Fertilização in vitro

Através da Fertilização in Vitro, onde a fecundação do óvulo é feita em laboratório, quem fez laqueadura evita ter que passar por uma cirurgia novamente e como consequência, evita também os riscos que envolvem todo procedimento cirúrgico. A Fertilização in Vitro pode apresentar melhor prognóstico de êxito, além de ser a opção mais viável dependendo do tempo de recuperação da cirurgia principalmente para pacientes acima dos 35 anos, que começam a ter uma redução da reserva ovariana.

  • Em reprodução humana as soluções devem ser individualizadas e por isso será o médico especialista a pessoa que apresentará as vantagens e desvantagens da reversão ou da FIV de acordo com seu caso para que você tenha toda a informação que precisa na hora de tomar uma decisão.

 

www.fertil.med.br